A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

REVISTA VIP TAMBÉM DESTACOU O JANTAR DOS CONJURADOS






«Uma vez mais cumpriu-se a tradição. Como todos os anos na noite de 30 de Novembro, véspera do Dia da Restauração, realizou-se o Jantar dos Conjurados. Desta vez, o local escolhido foi a Voz do Operário, na Graça, em Lisboa. A chegada dos duques de Bragança ao local, decorado com muitas bandeiras monárquicas, foi um autêntico motivo de festa.

Para esta noite de especial significado para a dinastia de Bragança e para Portugal (uma vez que assinala a data do fim do Domínio Filipino em 1640), D. Duarte Pio e D. Isabel fizeram questão de levar os três filhos, que acabaram por ser também eles o centro das atenções.

Visivelmente orgulhosos dos infantes, os duques mostraram a todos os monárquicos como os filhos já estão crescidos. O príncipe Afonso de Santa Maria, de 17 anos, a infanta Maria Francisca, de 16, e infante Dinis, duque do Porto, de 14, mostraram-se muito sorridentes.

Depois do discurso do duque (que falou sobre o estado do País e o futuro de Portugal), seguiu-se uma prolongada ovação. Entre palmas, muitos monárquicos gritavam: “Viva o rei”! O cumprimento à família foi outro momento emocionante, com todos os presentes a quererem cumprimentar os duques e os infantes.

Após o jantar, que consistia em sopa, arroz de pato e salada, com pastéis de nata para sobremesa, acompanhados de vinho, a noite contou ainda com a presença de um grupo folclore. A duquesa e os três filhos fizeram questão de participar.

Mais tarde, o espaço transformou-se numa espécie de discoteca, com direito a DJ, ao som de êxitos dos anos 60, 70 e 80, mas também alguns actuais como o Não Me toca de Anselmo Ralph que agradou aos mais jovens que dançaram com os infantes.»

(Créditos fotográficos: Helena Morais)

Sem comentários:

Enviar um comentário