MENSAGEM DE S.A.R. O SENHOR DOM DUARTE DE BRAGANÇA AOS PORTUGUESES

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O REI CHAMA PELA NAÇÃO!

1779054_10152294784691457_287092353_n


Depois de ver um vídeo como este, nenhum Português, digno desse nome e dos seus antepassados que lutaram por esta terra ser livre, admite continuar a sustentar o regime republicano em vigor e certamente, não quererá mais nenhum igual aos anteriores!

Ao fim de 3 regimes republicanos – um quase anárquico, outro ditatorial e o actual corrupto (creio ser o termo mais adequado) – os Portugueses têm que pensar sobre o seu futuro enquanto Nação.

A primeira pergunta que eu faria é esta: É ISTO QUE EU QUERO PARA OS MEUS FILHOS E NETOS? (quem os tiver, claro!)

A segunda pergunta que eu faria é esta: QUE PAÍS QUERO EU?

A terceira pergunta que eu faria é esta: O QUE POSSO FAZER PARA MUDAR?

A quarta pergunta que eu faria é esta: COMO POSSO AJUDAR A MUDAR?

Naturalmente, poderiam surgir outras perguntas.

Mas estas são o suficiente e eu próprio, como Cidadão Português, e não “cidadão republicano português”, vou dizer com franqueza as minhas respostas.

Respondendo à primeira questão:

- Eu, não quero sustentar um regime, cujo o único interesse é proteger os interesses paralelos e não proteger e salvaguardar o bem geral da Nação Portuguesa. Nenhum regime político pode sobreviver sem ter a confiança dos Cidadãos e estes, devem quebrar o laço de confiança nas actuais Instituições minadas por grupos de interesse duvidosos!

Respondendo à segunda questão:

- Eu quero um País com um futuro pela frente, com uma classe política responsável e responsabilizada, com os lobbies controlados pela Lei, com uma nova Constituição, novas Instituições, onde reine a transparência e a boa-fé em todos. Estarei a sonhar demasiado alto? Talvez! Mas nada se conseguiu alguma vez na História, se não tivessem existido os visionários, os sonhadores, os filósofos, os cientistas, os artistas, os Estadistas, etc. Porquê que eu, como simples Cidadão Português não posso sonhar em viver sob um regime político Monárquico, Democrático e que este garanta o futuro que tanto anseio para mim e para todos os Portugueses?

Respondendo à terceira questão:

- O que posso fazer para mudar, é participar nas ruas, nas redes sociais, junto da família, junto dos amigos, junto dos colegas de profissão, em toda a nossa vivência e convivência. Falar na hipótese da Monarquia, como uma esperança renovada em algo que já fomos no passado e que ambicionamos retomar no futuro, a médio ou a longo prazo, mas que acreditamos que seja possível. Portugal só está condenado a desaparecer, se os Portugueses perderem a Fé naquilo que nos trouxe até hoje. Somos assim tão passivos, que já não sabemos combater injustiças? Os nossos antepassados lutaram pela nossa Liberdade como Reino Independente, o qual se espalhou pelos 4 cantos do mundo. Vamos fazer de conta que o seu sacrifício foi em vão?

Respondendo à quarta questão:

- Como posso ajudar a mudar o país? Acabei de o dizer e somando a isso, apoiar as Organizações que defendem a Restauração da Monarquia em Portugal, como seja a Causa Real e as Reais Associações! Ou então, apoiar as iniciativas online na Net e partilhá-las, imprimir textos, divulgá-los, usar a imaginação, pois é assim que se fazem as mudanças! A República não permite o referendo “Monarquia ou República”. Forcêmo-la então! São os Portugueses que têm que quebrar o Pacto Social com esta República. São os Portugueses que devem estabelecer um novo Pacto, com a Casa Real Portuguesa e refundar as Instituições Representativas, com a separação dos poderes Executivo, Legislativo e Judicial, redigindo uma nova Lei Fundamental! Apelemos às Elites da Nação, para que se apresentem na frente de combate, para salvarmos Portugal, enquanto é tempo!

O Rei chamou!

Digamos PRESENTE!

Por Portugal!

Viva o Rei!

Sem comentários:

Enviar um comentário