COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

LEI DO PROTOCOLO DO ESTADO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

A MONARQUIA

 
'Só um Monarca permite uma evolução na chefatura de Estado fruto da substituição geracional. A um presidente advém outro da mesma geração e idade próxima e senatorial, mantendo normalmente, mesmo que de facções ideológicas diversas, a mesma linha de pensamento e acção. Já a um Rei ou Príncipe sucede um Rei ou Príncipe, que até à hora da sucessão foi um Príncipe herdeiro, de uma geração diferente, educado no seu tempo e nas novas ideias da sociedade. É, assim, preparado para Reinar na altura certa, compreendendo as mudanças da sociedade, pois viveu-as - a conjuntura é a sua!' - Miguel Villas-Boas in 'Rei Para o Momento', Plataforma de Cidadania Monárquica

'(…) A Realeza é outra coisa, visa de longe a meta, e, com prudente vagar, chega ao fim planeado; se não for o Pai a ultimar a realização, seu Filho, automaticamente alçado Rei, educado das mesmas ideias de seu Pai, tudo seguirá como se a mesma vida fosse, o labor do mesmo pensamento.

Assim se fez o Império, com o prolongamento do comando: - A Dinastia.

A todas as Repúblicas, por melhores que sejam, falta e faltará sempre, este apanágio das Realezas: - a Continuidade.” - Francisco Perfeito de Magalhães e Menezes de Villas-Boas, 2.º Conde de Alvellos in “IV - O Berço Exilado do Príncipe da Beira; Carta a um Príncipe
 

Sem comentários:

Enviar um comentário