MENSAGEM DE S.A.R. O SENHOR DOM DUARTE DE BRAGANÇA AOS PORTUGUESES

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

sábado, 11 de abril de 2015

AUTARCAS MONÁRQUICOS DISCUTEM COMO "MELHORAR PORTUGAL EM MOMENTO DE CRISE”

casa_infante

A Associação Portuguesa dos Autarcas Monárquicos, oficialmente constituída há 9 meses, realiza sábado, no Porto, a sua primeira convenção destinada a reflectir sobre como “contribuir para melhorar Portugal em momento de crise”, diz o presidente desta associação pluripartidária.

Em declarações à Lusa, Manuel Beninger, diz que no encontro estão inscritos cerca de 100, dos mais de 300 associados, autarcas e ex-autarcas de todo o país.

“A convenção é o culminar de nove meses de trabalho e das reuniões mensais que fomos realizando em vários concelhos e servirá, sobretudo, para reflectirmos em conjunto sobre como podemos contribuir para melhorar Portugal, neste momento de crise económico-financeira, mas também de valores”, sublinha.

Manuel Beninger acrescenta que os autarcas e convidados irão debruçar-se “sobre algumas das maiores preocupações dos autarcas e da democracia local”.

“Será um debate franco e aberto com todas as forças democráticas e que pretende unir, debater e lançar as bases de trabalho para o futuro”, frisa.

Manuel Beninger explica que a associação não pede na ficha de inscrição a filiação partidária ou proveniência política dos associados, embora já tenha identificado “5 grande grupos políticos ou partidários”.

“Grande parte dos autarcas são PSD e também do CDS-PP, mas também temos populares monárquicos, socialistas e independentes, mas com inspiração monárquica”, afirma.

O líder da associação refere que em comum os associados têm “uma visão diferenciadora, porque têm esta sensibilidade monárquica de olhar a sociedade, de defesa do património, da cultura, da história, da tradição e até da agricultura. É um conjunto de interesses alargado que são comuns a estes autarcas, que podem militar em vários partidos políticos”.

O programa da convenção, que se irá realizar na Casa do Infante, no Porto, integra “um painel ligado ao Património e Turismo, temáticas diferenciadoras dos agentes de desenvolvimento local e de importância premente no quadro dos futuros investimentos a decorrer nas regiões” e um outro sobre “Ser Autarca e Monárquico nos Dias de Hoje”.

Na 1.ª Convenção da APAM participam, entre outros, os monárquicos Gonçalo Ribeiro Teles e Francisco Calheiros.

Resultado de imagem para PORTO24

Sem comentários:

Enviar um comentário