COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

LEI DO PROTOCOLO DO ESTADO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

VIV'Ó 1º DE DEZEMBRO! VIV'Á RESTAURAÇÃO!

 

Viv'ó 1.º de Dezembro! Viv'á Restauração!

Era premente um novo Rei de Portugal, pois após sessenta anos de domínio castelhano, a governação dos Filipes transformara-se em tirania e os portugueses eram sujeitos a tributação e recrutamento que em nada beneficiava o País!

A opção natural era Dom João, 8.º Duque de Bragança, trineto d’El-Rei Dom Manuel I, e que segundo o direito consuetudinário do País, era o candidato legítimo, pois era filho varão primogénito do 7.º Duque de Bragança, D. Teodósio II, filho de D. João I de Bragança e da Infanta Dona Catarina, Duquesa de Bragança - tal como Filipe I, neta d’ El-Rei Dom Manuel I de Portugal.

No dia 1 de Dezembro de 1640, os 40 Conjurados – que até eram mais de 40 -, às 9h15m certas, invadiram o Paço da Ribeira e em 15 minutos restauraram a Independência Nacional:


‘Liberdade! Liberdade! Viva El-Rei Dom João IV!’
 

Sem comentários:

Enviar um comentário