28.º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DO PORTO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quarta-feira, 27 de abril de 2016

O SEQUEIRA JÁ É DE TODOS NÓS



 
Campanha de angariação de fundos conseguiu em seis meses a verba para adquirir importante pintura portuguesa. Museu de Arte Antiga "está profundamente reconhecido pelo extraordinário envolvimento da cidadania".


O Museu Nacional de Arte Antiga anunciou esta quarta-feira que atingiu os 600 mil euros necessários para comprar o quadro Adoração dos Magos, de Domingos Sequeira, actualmente nas mãos de privados, três dias antes do previsto.

A campanha “Vamos Pôr o Sequeira no Lugar Certo” conseguiu hoje uma das suas maiores contribuições com os 35 mil euros da Fundação da Casa de Bragança. Anteriormente, apenas a Fundação Aga Khan, com 200 mil euros, tinha ultrapassado esta doação. No site sequeira.publico.pt surge agora uma mensagem de agradecimento: "Alcançámos os 600 mil euros, graças a todos! Juntos conseguimos pôr o Sequeira no lugar certo. Muito obrigado!".

"O museu está muito feliz por ter atingido o objectivo e está sobretudo profundamente reconhecido pelo extraordinário envolvimento da cidadania", disse ao PÚBLICO Paula Brito, do gabinete de imprensa, em nome do director, que remeteu outras declarações para a conferência de imprensa prevista para as 15h30 desta quarta-feira.

A campanha de angariação de fundos, que tem como parceiros principais o PÚBLICO, a agência de publicidade Fuel, a RTP e a Fundação Millennium BCP, dividiu a pintura em 10 milhões de pixéis para que cada português pudesse participar com um esforço mínimo de seis cêntimos. Feitas as contas ainda antes de entrar a contribuição da Casa de Bragança, foram contabilizadas 5430 contribuições de particulares (219.933 euros) e 172 de empresas (356.414 euros). 

A Adoração dos Magos pertence aos descendentes do duque da Palmela e faz parte de um conjunto de quatro óleos a que a história de arte chama o “testamento” de Domingos Sequeira, um dos mais importantes pintores portugueses do século XIX.

Pela sua dimensão e envolvimento dos media a uma escala nacional, esta é uma campanha inédita em Portugal mas que é prática comum em vários países há décadas. 

A obra Adoração dos Magos foi pintada em 1828 por Domingos Sequeira
“Fiquei agradavelmente surpreendido com a notícia de hoje, que a campanha tinha chegado ao fim com resultado positivo”, afirmou Manuel Bairrão Oleiro, que durante anos foi responsável pelos museus públicos no Ministério da Cultura e actualmente é assessor para a área dos museus da EGEAC, empresa que gere os equipamentos culturais da Câmara Municipal de Lisboa. 

“Foi muito meritório que o Museu de Arte Antiga se tenha lançado para uma campanha deste tipo. Nunca tinha sido feito com esta dimensão e espero que abra a porta para novas iniciativas semelhantes”. Bairrão Oleiro surpreendeu-se com o elevado número  das contribuições individuais, muitas vezes anónimas, destacando como ponto negativo “alguma falta de adesão de empresas e entidades com maior dimensão”.

Sem comentários:

Enviar um comentário