MENSAGEM DE S.A.R O SENHOR DOM DUARTE DE BRAGANÇA AOS PORTUGUESES

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

INAUGURADA, EM LISBOA, ESTÁTUA DE SÃO NUNO DE SANTA MARIA ÁLVARES PEREIRA





Foi ontem inaugurada em Lisboa, uma estátua de S. Nuno de Santa Maria, Condestável, a primeira da nossa cidade. Perpetua-se assim, no cimo da Avenida da Torre de Belém, a justa e sentida homenagem a D. Nuno Álvares Pereira, Condestável do Reino e Santo português.

Dignaram-se marcar presença SSAARR os Senhores Duques de Bragança e o Príncipe da Beira, descendentes de S. Nuno de Santa Maria, Sua Eminência o Senhor Cardeal-Patriarca, o Presidente da República, o Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, os Chefes dos três ramos das Forças Armadas, o Presidente da Comissão de S. Nuno, D. Nuno Van Uden, o Presidente da Câmara de Lisboa, para além de outras individualidades e numerosos lisboetas que não quiseram deixar de associar-se a esta cerimónia.

Esta iniciativa, que brotou da sociedade civil, constituiu um momento singular de elevação espiritual e exaltação patriótica, uma justíssima homenagem àquele que é seguramente um dos maiores heróis da rica História de Portugal.











Foi inaugurada ontem no Restelo, em Lisboa, pelo Senhor Presidente da Republica e pelo Presidente da Câmara de Lisboa, uma estátua gigantesca do Santo Condestável São Nuno e Santa Maria Álvares Pereira que o representa de joelhos em oração com a espada levantada em forma de cruz.

Estiveram presentes como convidados oficiais SS.AA.RR. Os Duques de Bragança, «SAR O Príncipe da Beira, O Senhor Núncio Apostólico, O Senhor Cardeal Patriarca de Lisboa, os Ilustres Comandantes de todos os ramos das Forças Armadas Portuguesas e uma Delegação de vários Comandantes da Real Guarda de Honra e Confrades da Real Confraria do Santo Condestável e entre eles; Alexandre Patrício Gouveia, José Carlos Ramalho, Humberto Nuno de Oliveira, Mário Pontes, etc.










Santo Condestável com estátua em Lisboa


Lisboa homenageou hoje, dia 6 de Novembro, um dos heróis da história portuguesa. A construção de uma estátua de D. Nuno Álvares Pereira era um sonho há muito ambicionado pelos lisboetas que podem ver agora o Santo Condestável no Jardim Ducla Soares, em Belém. Um projecto que, para o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, "valoriza a memória e a identidade da cidade e do nosso País".




A estátua do Santo Condestável, da autoria de Augusto Cid, resulta da concretização de um projecto vencedor da edição de 2013 do Orçamento Participativo tendo como base a proposta da Comissão de São Nuno de Santa Maria.

Durante a cerimónia de inauguração da escultura que exibe a figura de D. Nuno Alvares Pereira como guerreiro ao segurar a espada solucionada em forma de cruz, numa dupla expressão de soldado e de santo,o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, agradeceu a todos os que ao longos dos anos se debateram para que este momento chegasse.

O novo monumento da cidade localiza-se num " local simbólico no plano histórico e temporal, entre a capela de São Jerónimo e a Torre de Belém", justificou Fernando Medina realçando que a aposta na valorização do património cultural e histórico da cidade tem sido uma das principais linhas orientadoras deste mandato, uma aposta reforçada com a escolha de Lisboa como capital Ibero-Americana da Cultura 2017 ou com a continuação de projectos iniciados por outros executivos camarários.

Para o Presidente da CML, mais do que uma homenagem, a inauguração da estátua de " um dos portugueses mais notáveis e mais queridos", é um marco para a construção do futuro e reforço da identidade de uma nação.

Também o Presidente da República saudou a iniciativa, afirmando tratar-se " de uma justa, embora que tardia, homenagem a alguém que como combatente militar garantiu a preservação da nossa independência". Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu, em nome de todos os portugueses" a alguém que é um exemplo de patriotismo".

O Cardeal Patriarca de Lisboa D. Manuel Clemente, fez a bênção da estátua cabendo a Fernando Medina e a Marcelo Rebelo de Sousa as honras de descerramento do mural dedicado ao Santo Condestável.

Resultado de imagem para camara municipal de lisboa

5 comentários:

  1. Como cidadão, e tal como D. Nuno Álvares Pereira, nascido no concelho da Sertã (Castelo Branco), venho felicitar os responsáveis por tão grande e significativo evento.
    A imagem do grande Herói e Santo, que irá perpetuar na memória de todos quantos passarem naquele local.
    Obrigado:
    António Ladeiras

    ResponderEliminar
  2. Parabéns por tal iniciativa. A estátua está imponente, tal como o era D. Nuno !!
    Gostava de saber quem foi o mestre que fez o monumento. Não o refere aqui !
    Obrigado,
    José Rui Lira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tem toda a razão, caro amigo. Já adicionamos a informação na publicação. A estátua do Santo Condestável, da autoria de Augusto Cid, resulta da concretização de um projecto vencedor da edição de 2013 do Orçamento Participativo tendo como base a proposta da Comissão de São Nuno de Santa Maria.

      Eliminar
    2. Muito obrigado, ora aí está um belo exemplo de como ainda há quem faça as coisas bem feitas no nosso País !!!

      Eliminar
  3. Foi pena que não informassem as pessoas do evento....muito estranho não ter visto um unico escuteiro na cerimonia, embora o Santo seja o patrono do CNE

    ResponderEliminar