A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

REAL ASSOCIAÇÃO DE LISBOA VISITOU O PALÁCIO FRONTEIRA

Foto de Real Associação de Lisboa.

No passado dia 4 de Fevereiro visitámos o Palácio Fronteira, em São Domingos de Benfica, no âmbito dos nossos Roteiros Reais .

Esta visita foi guiada pelo nosso associado Dr. Joel Moedas Miguel, Lic. em História e pós-graduado em Património, a quem agradecemos a organização e execução desta visita.

Construído para ser residência de Campo e Pavilhão de Caça da Família Mascarenhas no Sec. XVII, este palácio depressa se tornou numa das mais notáveis residências da nobreza cortesã do séc. XVII e XVIII, com a elevação do Conde da Torre, D. João de Mascarenhas a 1º Marquês de Fronteira, pelas suas vitórias nas Guerras da Restauração e no seu apoio incondicional à Casa de Bragança, como nova Casa Real.

O Palácio Fronteira destaca-se por vários motivos. Desde a data da sua construção até aos dias de hoje, com especial destaque para D. Fernando de Mascarenhas, criador da Fundação das Casas de Fronteira e Alorna, o palácio tem sido uma casa de promoção da vida artística portuguesa. Nela se destaca, a nível nacional e internacional, o excepcional conjunto azulejar dos séculos XVII e XVIII que só por si justificam uma visita a esta casa, como também os valiosos tectos e colecção de artes decorativas presentes nesta casa.

Fomos recebidos pelo filho do actual Marquês de Fronteira, D. António de Mascarenhas, Conde de Coculim, que com a sua Família habita este Palácio, e a quem agradecemos a hospitalidade que também contribuiu para tornar esta visita ainda mais especial.

Junte-se a nós, participe nas nossas actividades, faça-se sócio da Real Associação de Lisboa, aqui: http://www.reallisboa.pt/ral/index.php/registo

Reportagem Fotográfica: Nuno De Albuquerque Gaspar

Sem comentários:

Enviar um comentário