25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

POSIÇÃO DO DUQUE DE BRAGANÇA SOBRE A SITUAÇÃO DA CATALUNHA

Durante o Programa de televisão de 5 de Outubro de 2017  “5 para a meia noite”, a apresentadora Filomena Cautela questiona D Duarte sobre a sua posição relativamente aos recentes acontecimentos na Catalunha .




“várias pessoas pediram-me para não falar nesse assunto, mas eu acho que é interessante falar sobre esse assunto ”
” primeira coisa é que o Rei Filipe fez aquilo que tinha a fazer ,que é o papel dele que é defender a unidade de Espanha”
“por outro lado talvez a atitude do Governo não foi tão feliz, porque se realmente a eleição era considerada ilegal, por não corresponder à Constituição espanhola ,porquê impedir a votação? acho que a votação devia ter acontecido livremente para saber a opinião da população e depois, uma vez que o Parlamento reconhecesse a opinião da população da Catalunha então poderia decidir de que maneira iria resolver o problema”
“A minha proposta [para a possível resolução do problema ] é que a Catalunha devia ser um Reino unido com Espanha , um pouco como é a Escócia com a Inglaterra…há várias formulas de Reino Unido hoje no Mundo e a Catalunha podia ter o estatuto de Nação, Reino Unido mas com o mesmo Chefe de Estado (o mesmo Rei), as mesmas forças armadas e ai era realmente uma evolução que não seria traumática para ninguém (…) por outro lado se formos a ver esta votação , menos de 50% é que votaram , como os que eram contra a independência não votaram”
Eu creio que não teria feito mal conhecer verdadeiramente a opinião dos catalães sobre esse assunto e depois é preciso ver que se a Constituição espanhola diz que a Espanha é indivisível (e toda a gente votou esta Constituição, foi aprovada por referendo em Espanha) não faria sentido violar a Constituição, ou o Parlamento espanhol muda a Constituição ou então não pode haver separação territorial”

Sem comentários:

Enviar um comentário