A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

sábado, 28 de janeiro de 2012

ALVALADE SADO ASSOCIA-SE AOS CEM ANOS DE S.A., A SENHORA DONA MARIA ADELAIDE DE BRAGANÇA VAN UDEN, INFANTA DE PORTUGAL

A Casa do Povo de Alvalade Sado (Freguesia do Concelho de Santiago do Cacém) e a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, de Alvalade Sado, vão homenagear os 100 anos de vida de S.A., A Senhora Dona Maria Adelaide de Bragança van Uden, Infanta de Portugal, a única neta viva do Rei Dom Miguel I, que passou por Alvalade Sado em 1834 e Mãe da Senhora Dona Maria Teresa de Bragança van Uden Chaves, Presidente da Cáritas Diocesana de Beja, no próximo Domingo, dia 29 de Janeiro, através de uma Missa de Acção de Graças que se realiza na Igreja Matriz de Alvalade Sado, pelas 12 horas, presidida pelo Pároco Darius Pestka.
 
______________________________
 
Presidente da Cáritas de Beja: "Há pessoas com vida normal e frigorífico vazio"
 
"O pior está para vir" - A frase é dramática, mas na opinião da presidente da Cáritas Diocesana de Beja, Teresa Chaves, ilustra na perfeição uma realidade cheia de problemas para muitas famílias baixo-alentejanas.
 
Em tempo de crise, o número de pedidos de apoio à Cáritas Diocesana de Beja tem aumentado?
 
Sim, o número de pessoas a pedir ajuda tem aumentado bastante. E temos pessoas diferentes a pedir ajuda.
 
Diferentes como?
 
São pessoas que estão empregadas, mas viram reduzidos os seus rendimentos e não estão a conseguir fazer face aos compromissos. Nomeadamente pessoas que têm casas por pagar ou funcionários públicos que estão com dificuldades. Outras situações têm que ver com pessoas que viram um dos membros da família em situação de desemprego e também estão com problemas para fazer face às despesas básicas. E para não perderem a casa, estão com problemas alimentares! Há pessoas que pensamos que têm uma vida perfeitamente normal, com um ordenado médio-alto, mas que o frigorífico está vazio.
 
LEIA A ENTREVISTA DE TERESA CHAVES NA ÍNTEGRA NA EDIÇÃO DE 27 DE JANEIRO DO "CORREIO ALENTEJO", JÁ NAS BANCAS.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário