A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

FESTA DAS FOGACEIRAS EM TERRAS DE SANTA MARIA

A Festa das Fogaceiras é uma tradição secular que, em 2005, completou quinhentos anos, marcados pela devoção do povo das Terras de Santa Maria. É a mais emblemática festividade do concelho de Santa Maria da Feira.

1. Enquadramento Histórico

A Festa das Fogaceiras teve origem num voto ao mártir S. Sebastião, em 1505, altura em que a região foi assolada por um surto de peste que dizimou parte da população. Em troca de protecção, o povo prometeu ao santo a oferta de um pão doce chamado fogaça.

S. Sebastião, que segundo a lenda padeceu de todos os sofrimentos aquando do seu martírio em nome da fé cristã, tornou-se, assim, o santo padroeiro de todo o condado da Feira.

No cumprimento do voto, os ofertantes incorporavam-se numa procissão que saía do Paço dos Condes e seguia pela Igreja do Convento do Espírito Santo (Lóios), onde eram benzidas as fogaças, divididas em fatias, posteriormente repartidas pelo povo. Assim nasceu a Festa das Fogaceiras.

Cumprida em cada dia 20 de Janeiro, esta promessa constitui uma referência histórica e cultural para as Terras de Santa Maria.

A Festa das Fogaceiras chegou até aos nossos dias com dois traços essenciais: a realização da missa solene, com sermão, precedida da bênção das fogaças, celebrada na Igreja Matriz, e a procissão, que sai da Igreja Matriz, percorrendo algumas ruas da cidade.

Com a proclamação da República, acrescentou-se um novo ritual: a formação de um cortejo cívico, a partir dos Paços do Concelho rumo à Igreja Matriz, antes da missa solene, que integra as meninas “fogaceiras”, que levam as fogaças à cabeça, bem como as autoridades políticas, administrativas, judiciais e militares e personalidades de relevo na vida municipal.

A procissão festiva realiza-se a meio da tarde e congrega símbolos religiosos, com destaque para o mártir S. Sebastião, bem como uma representação civil, com símbolos autárquicos, económicos, sociais e culturais de cada uma das 31 freguesias do concelho, numa curiosa mistura entre o civil e o religioso.

No cortejo e procissão as atenções recaem, naturalmente, sobre as fogaceiras, segundo a tradição “crianças impúberes”, provenientes de todo o concelho, vestidas e calçadas de branco, cintadas com faixas coloridas, que levam à cabeça as fogaças do voto, coroadas de papel de prata de diferentes cores, recortado com perfis do castelo.

Inicialmente, as “fogaças do voto” eram distribuídas pela população em geral, depois pelos pobres e mais tarde pelos presos, pobres e personalidades concelhias, em fatias chamadas “mandados”. Actualmente, são entregues às autoridades religiosas, políticas e militares que têm jurisdição sobre o município de Santa Maria da Feira.

Símbolo de união

Tal como outrora, hoje as gentes do concelho da Feira têm a oportunidade de manifestar o culto a S. Sebastião numa festa que é, acima de tudo, símbolo de união e de identidade colectiva. Manda a tradição que, por ocasião da Festa das Fogaceiras, os feirenses enviem fogaças aos familiares e amigos que se encontram longe.

A fogaça é um pão doce tradicional de Santa Maria da Feira, cujas primeiras referências conhecidas aparecem nas inquirições de D. Afonso III, no século XIII (1254/1284) e que era usada como pagamento de foros. O seu formato estiliza a torre de menagem do castelo com os seus quatro coruchéus.

A fogaça é cozida diariamente em várias casas de fabrico do concelho e distingue-se por tradicionais aprestos, quer no preparo, quer na forma como vai ao forno. Os ingredientes base utilizados na confecção desta iguaria são água, fermento, farinha, ovos, manteiga, açúcar e sal.

A fogaça é comercializada durante todo o ano e utilizada como voto na Festa das Fogaceiras.

2. Programa

Festa das Fogaceiras 2012

PROGRAMA RELIGIOSO

20 janeiro

Cortejo Cívico
local Paços do Concelho › Igreja Matriz
hora 10h30

Missa Solene e Bênção das Fogaças 
Presidirá às cerimónias Sua Excelência Reverendíssima D. João Lavrador, Bispo Auxiliar do Porto
Participação do Grupo Coral da Paróquia de Santa Maria da Feira
local Igreja Matriz
hora 11h00

Tradicional Procissão das Fogaceiras
local Igreja Matriz › ruas da cidade
hora 15h30

PROGRAMA DE ANIMAÇÃO

todo o mês

Cumprindo a tradição! - visita orientada ao núcleo temático + oficina pedagógica
oficinas Recortes e colagens “A festa” | Trabalho do barro e pintura “A fogaça” | Materiais recicláveis, recorte e colagem “A fogaceira”
local Museu Convento dos Lóios   
horário ter a sex 09h30 › 17h00  
público-alvo Pré-escolar, 1º e 2º ciclo do Ensino Básico, Possibilidade de adaptação a outros grupos
preço 1 euro
ingresso marcação prévia [ 256 331 070 | museuconvento dosloios@cm-feira.pt ]
organização Museu Convento dos Lóios

09 a 31 janeiro

São Sebastião: hagiografia e princípios basila-res de uma devoção concelhia - visita temática
local Museu de Santa Maria de Lamas 
horário 09h30 › 12h30 | 14h00 › 17h00
ingresso marcação prévia [ 227 447 468 | geral@museudelamas.pt ] até 31 Janeiro 
organização Museu de Santa Maria de Lamas

A minha fogaça de cortiça - oficina temática
local Museu de Santa Maria de Lamas 
horário 10h00 › 12h00 | 14h30 › 16h30
ingresso marcação prévia [ 227 447 468 | geral@museudelamas.pt ] até 31 Janeiro 
organização Museu de Santa Maria de Lamas
 
Mostra de Fabrico de Fogaça da Feira
local Castelo
hora 14h30
organização Agrupamento de Produtores de Fogaça da Feira
apoio Câmara Municipal

14 janeiro


XI Capítulo da Confraria da Fogaça da Feira,
com Cerimónia de entronização de novos Confrades e Confrades Miríficos
local Castelo
hora 10h30
organização Confraria da Fogaça da Feira

Encontro Internacional “Portugal Medieval visto do Brasil - Diálogos entre medievalistas lusófonos”
local Auditório da Biblioteca Municipal
hora 08h30
organização IEM - Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa
apoio Câmara Municipal

14 e 15 janeiro

CNA'12 - Competição de Natação Adaptada
local Piscina Municipal de Santa Maria da Feira    
horário 14 [ 15h00 › 18h00 ] | 15 [ 09h00 › 12h00 ]
organização Feira Viva, Cultura e Desporto EEM
16 janeiro

Fogaça com Todos - Prova de Vinhos acompanhada de Fogaça e outras Iguarias
local Restaurante do Lago - Europarque  
hora 21h30
inscrições Rotary Clube da Feira
organização Rotary Clube da Feira

18 janeiro

Encontro “Faces do Voluntário”
local Museu Convento dos Lóios  
horário 09h00  
organização Câmara Municipal

19 janeiro

Fogaça Gulosa
local Escola de Hotelaria
organização Escola de Hotelaria e Turismo de Santa Maria da Feira

· Workshop de elaboração da Fogaça
com o Chef Manuel Vieira 
horário16h00 › 17h30
inscrições 256 003 000 ou ehtmsfeira@turismodeportugal.pt

· Mostra e degustação de “sobremesas fogaceiras”
horário 17h30 › 19h30

Final do XI Torneio de Futsal de Santa Maria da Feira
local Pavilhão Municipal da Lavandeira 
horário Feminino [ 20h00 ] | Masculino [ 21h00 ] 
organização Câmara Municipal e CD Feirense
 
Clarinetíssimo
local Auditório da Biblioteca Municipal
hora 21h45  
organização Câmara Municipal

19 e 20 janeiro

Exposição “Reinventar o Traje das Fogaceiras”
local Praça Gaspar Moreira - Santa Maria da Feira
horário 10h00 › 18h00
organização Centro de Recursos Educativos Municipal

19 a 22 janeiro

Mega Exposição Automóvel
local Rossio
horário 19 [ 19h00 Abertura ] | 20 a 22 [ 10h00 › 24h00 ]
organização Associação Empresarial da Feira

20 janeiro

Teatro-Revista das Fogaceiras
local Cineteatro António Lamoso
hora 21h00
bilhetes à venda Secretaria do CCROF
organização CCR Orfeão da Feira
apoio Câmara Municipal

21 janeiro

Raid e Trial à Fogaça 2012
local Terrenos anexos ao Complexo Desportivo do CD Feirense - Sanfins 
hora 09h00 
organização Soluções TT
apoio Câmara Municipal

Exposição “A biblioteca”, de Joana Rego
local Biblioteca Municipal de Santa Maria da Feira
inauguração 17h30  
horário seg a sáb 10h30 › 23h00 | dom 20h00 › 23h00
patente até 04 Março  
organização Biblioteca Municipal

The Loyd
local Cineteatro António Lamoso
hora 21h45
bilhetes à venda Posto de Turismo
organização The Loyd e Câmara Municipal

22 janeiro

II Raid BTT à Fogaça
local Saída do Centro Histórico de Santa Maria da Feira (Rossio) com passagem por diversos pontos do Concelho
hora 09h30
inscrições Rotary Clube da Feira  
organização Rotary Clube da Feira
apoio Câmara Municipal
 
Orquestra de Jovens de Santa Maria Feira
local Igreja dos Passionistas  
hora 17h00   
organização Associação Orquestra e Banda Sinfónica de Jovens de Santa Maria da Feira e Câmara Municipal

26 janeiro

Tertúlia “Imaginar o Imaginarius”
local Mercado Municipal - Loja 5  
hora 21h30
organização Câmara Municipal e Feira Viva, Cultura e Desporto EEM
27 janeiro

Joana Andrade & Os Dagma
local Cineteatro António Lamoso 
hora 21h45
bilhetes à venda Posto de Turismo
organização JA&D e Câmara Municipal

28 janeiro

Tereza Salgueiro
local Cineteatro António Lamoso 
hora 21h45
bilhetes à venda Posto de Turismo
organização Câmara Municipal

29 janeiro

Belinha Jazz Trio
local Auditório da Biblioteca Municipal
hora 17h00 
organização Câmara Municipal

Filme Concerto “O Lírio Quebrado”, de D. W. Griffith
Artane e Orquestra Criativa de S. Maria da Feira
local Cineteatro António Lamoso 
hora 21h30
bilhetes à venda Posto de Turismo      
organização Artane e Câmara Municipal

3. Fogaça da Feira

A Fogaça é um pão doce tradicional de Santa Maria da Feira, cujo formato estiliza a torre de menagem do Castelo com os seus quatro coruchéus.
É cozida diariamente em várias casas de fabrico do Concelho e distingue-se por tradicionais aprestos, quer no preparo, quer na forma como vai ao forno. Comercializada durante todo o ano, a Fogaça da Feira é utilizada como voto na Festa das Fogaceiras, celebrada a 20 de Janeiro.

Ingredientes
Farinha de trigo, ovos, açúcar, manteiga, fermento de padeiro, água, canela, sal grosso e sumo e raspa de casca de limão.

Confecção
Dissolve-se o fermento na água tépida e junta-se farinha de trigo até se obter uma massa mole. Se o ambiente for ameno, deixa-se levedar 15 minutos. Depois adicionam-se os ovos, o açúcar previamente peneirado com a canela, a manteiga, o sal, a raspa e o sumo dos limões e a farinha necessária para se obter uma massa um pouco mais consistente do que a do pão. Deixa-se fermentar 30 minutos, o tempo necessário para a massa dobrar de volume.
Nesta altura, formam-se bocados de massa do tamanho que se pretende fazer a fogaça, e moldam-se num rolo comprido, semelhante a uma serpente. Depois, começa-se a enrolar pelo lado mais largo, resultando uma pirâmide.
À medida que vão sendo enroladas, as pirâmides vão sendo colocadas no tendal (tabuleiro forrado com um pano polvilhado com farinha), onde voltam a crescer (entre 30 minutos a 1 hora).
Colocam-se as fogaças em fila na pá do forno e pincelam-se com ovo batido. Com uma tesoura, dão-se quatro golpes no topo da pirâmide, dos quais resultarão os quatro coruchéus da torre de menagem do Castelo.
Introduzem-se as fogaças em forno bem quente e, 15 minutos depois, puxam-se para fora com a ajuda da pá e, à mão, separam-se as “torres do Castelo”, permitindo, assim, que o calor penetre no interior das fogaças, cozendo-as uniformemente.
Para mais informações, contactar o Agrupamento de Produtores de Fogaça da Feira (e-mail fogacadafeira@gmail.com)
ou a Confraria da Fogaça da Feira (e-mail confrariadafogaca@gmail.com).

4. Canção da Fogaceira


Música: Paulo de Sá
Letra: Carlos Morais
Data: 1942

I

Fogaceira linda e nova,
Deixa-me tirar a prova
Duma fogaça das tuas;
Vendendo-as assim a esmo,
São pedaços de ti mesmo
Que vendes por essas ruas!

II

Quando vais, ó fogaceira,
Vender fogaças à feira,
Vais tão cheiinha de graças
Que nos gestos e meneios
As fogaças lembram seios
E os seios lembram fogaças!

III

Tuas fogaças loirinhas
São certamente irmãzinhas
Das fogaças do teu peito;
Só assim, dessa maneira
Se compreende, ó fogaceira,
Que as vendas todas a eito!

(Estribilho:
Fogaceira minha,
Que linda que és
Com a chinelinha
Toda bordadinha
Na ponta dos pés;
Quando vais andando,
Tens o encantamento,
De rosas dançando,
De lírios bailando
Nas asas do vento!)

Sem comentários:

Enviar um comentário