A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

FOTOGRAFIAS DA INAUGURAÇÃO DO MONUMENTO SALA THAI — EM BELÉM

  O Monumento Sala Thai oferta do Reino da Tailândia ao seu aliado Português
 
A Princesa Tailandesa Maha Chakri Sirindhorn está em Lisboa em visita de dois dias a Portugal por ocasião das celebrações dos 500 anos da chegada dos portugueses ao reino do Sião. Hoje foi inaugurada em Lisboa a Sala Thai.
 
A Princesa da Tailândia Maha Chakri Sirindhorn, herdeira do trono, inaugurou hoje em Lisboa [às 15.00 horas] a Sala Thai, um pavilhão tailandês implantado em Belém no âmbito das comemorações dos 500 anos de relações diplomáticas entre o seu país e Portugal.
 
O pavilhão tailandês foi construído em Banguecoque e transportado de barco até ao Jardim Vasco da Gama em Belém, numa viagem de poucos dias, talvez seguindo o mesmo percurso que os marinheiros portugueses fizeram há cinco séculos, quando pela primeira vez chegaram àquele país asiático.
 
Foi em 1511 que o navegador português Duarte Fernandes chegou a Ayuthaya, capital do Reino do Sião. Recebido na corte do Rei Ramatibhodi II, deu início a uma aliança entre os dois países que se mantém até hoje.
 
Dourado e com quatro aberturas remete para a cidade dos anjos, Banguecoque, e para o Mosteiro dos Jerónimos, obra que inspirou o arquitecto Athit Limmu e que acabou por representar o «símbolo da amizade» entre os dois países.O telhado foi coberto com placas que se assemelham à pele de um dragão ou às escamas de um peixe, enquanto os pináculos são anjos estilizados. Na parte de baixo existe um quase varandim inspirado nas ogivas dos Jerónimos em tons verdes. Porém, é o dourado a cor dominante, conseguida com mil finas folhas de ouro.
 
A Câmara de Lisboa deu apoio logístico à estrutura, que demorou seis meses a ser construída na Tailândia, depois dos três meses que Athit Limmun dedicou a conceber o projecto. O pavilhão está montado no jardim de Belém desde o fim do ano passado.Hoje é inaugurado pela Princesa Tailandesa Maha Chakri Sirindhorn. Durante a passagem por Lisboa, Maha Chakri Sirindhorn visita ainda o Museu do Oriente, o Museu do Azulejo e o Centro de Investigação da Fundação Champalimaud.
Lusa/SOL
 

Pedro Quartin Graça e José Craveiro Lopes Lobão
SAR O Senhor Dom Duarte recebido pelo Chefe de Protocolo de Estado Embaixador Jose De Bouza Serrano
 
SAR a Princesa Maha Chakri Sirindhorn no seu discurso de inauguração do monumento

 Monárquicos sempre presentes ao lado do nosso Rei: José Craveiro Lopes Lobão e Nuno Pombo 
 SAR a Princesa Maha Chakri Sirindhorn
SAR o Senhor Dom Duarte no final da cerimónia muito saudado pelos portugueses que estavam presentes

Foi há momentos inaugurado o monumento Sala Thai, excepcional honra concedida a Portugal pelo Reino da Tailândia. No âmbito da celebração dos 500 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os dois países, a Casa Real tailandesa será representada ao mais alto nível pela Princesa Maha Chakri Sirindhorn que no protocolo daquele Estado, substitui Sua Majestade o Rei Bhumibol Adulyadej.
Portugal esteve representado nesta excepcional honra que o Reino da Tailândia presta ao seu mais antigo aliado europeu,na pessoa de S.A.R. o Duque de Bragança, o sucessor do Rei D. Manuel I que há cinco séculos com o Rei Ramathiboti II iniciou as relações luso-siamesas.
 SAR O SENHOR DOM DUARTE DE BRAGANÇA

Sem comentários:

Publicar um comentário