A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

KC-390: UM AVIÃO DE E PARA A PORTUGALIDADE

Foto de Nova Portugalidade.

Há tempos, aqui na página da Nova Portugalidade, escrevemos sobre o Padre Bartolomeu de Gusmão, um brilhante sacerdote Católico que tinha uma paixão especial por máquinas voadoras e que construiu a famosa “Passarola”. Hoje, no século XXI, a aviação é uma das forças que forja, de forma determinante, o futuro da Humanidade. Nós, amantes da Portugalidade, devemos ter um orgulho especial numa das maiores empresas da indústria aeronáutica: a Embraer.

Há quase dez anos, a gigante brasileira decidiu investir em Portugal, construindo um importante complexo industrial na cidade de Évora. Aí, os engenheiros e técnicos da Embraer dedicam-se à construção e montagem de diversos componentes aeroespaciais. A “jóia da Coroa” será, certamente, o KC-390, um avião de âmbito militar e civil, que pode efectuar desde missões de apoio logístico – como reabastecimento de caças durante o voo - até missões de salvamento.

Na produção deste avião estão envolvidos vários países, designadamente a Argentina, a República Checa e, de forma especial, Portugal e o Brasil. Com efeito, 56% do avião é produzido em Portugal, e sendo um produto com a marca “Embraer”, podemos afirmar que este é um avião de e para a Portugalidade.

O KC-390 apareceu como o substituto dos norte-americanos Lockheed C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira. A ambição da Embraer é apresentar este avião como o substituto natural dos C-130 Hércules – que tem uma extensa lista de forças aéreas que o usam, incluindo a Força Aérea Portuguesa.

Sendo o maior avião produzido na América Latina, tem um comprimento de 35,2 metros e uma envergadura de 35 metros, permitindo assim o transporte de oitenta militares e três tripulantes. Pode voar até uma velocidade de 988 km/h e tem um alcance com carga útil máxima de 2820 km.

Por enquanto, apenas Portugal e o Brasil assinaram contratos de compra, mas já há diversos países com interesse oficial no avião, sendo que alguns já assinaram cartas de intenção de compra, nomeadamente a República Checa, a Argentina, a Colômbia, o Chile e a Suécia.

Em suma, é uma aeronave à qual desejamos o maior sucesso possível. Desejamos ainda que o KC-390 possa ser um grande exemplo de cooperação entre governos, empresas e forças armadas dos países da Portugalidade e que possa, assim, abrir caminho a que empreendimentos como este se tornem habituais no Mundo Português.

MBF

Sem comentários:

Enviar um comentário