A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

terça-feira, 28 de novembro de 2017

PRÉMIO RAFAEL MANZANO MARTOS É ENTREGUE A ARQUITECTO PORTUGUÊS

Foto de Nova Portugalidade.
Casa do Médico de S. Rafael (Sines, 2005/06)
Nascido em 1960, o arquitecto português José Franqueira Baganha, da José Baganha & Arquitectos Associados, Lda., foi o vencedor da edição de 2017 do Prémio Internacional Rafael Manzano de Arquitectura por dar continuidade e progressão às tradições estilísticas e construtivas da região lusitana do Alentejo. Esta zona de Portugal possui familiaridade arquitectónica com a comunidade espanhola da Extremadura.

Até o ano passado, o Prémio Rafael Manzano (nomeado, aliás, em homenagem ao arquitecto sevilhano de mesmo nome) premiava somente arquitectos que tivessem feito obras na Espanha, de acordo com as tradições locais. Todavia, devido à semelhança que há em muitos aspectos entre as arquitecturas espanhola e portuguesa, o evento foi ampliado ao restante da Península Ibérica.

Baganha, co-fundador do Council for European Urbanism e também reconhecido internacionalmente com o Prix Européen, outorgado pela Fundação Philippe Rotthier, tem como filosofia de trabalho mostrar a importância da arquitectura tradicional lusa na contemporânea sociedade de seu país.

Entre suas obras de destaque, podem ser citadas a Casa nas Sesmarias (Salvaterra de Magos, 1992), a meio caminho entre os palácios e as casas de campo, a Casa do Médico de S. Rafael (Sines, 2005/06), um edifício do século XVIII condenado à demolição que foi resgatado e que Baganha reconstruiu e converteu num centro de eventos para o Colégio de Médicos de Portugal e a Casa da Quinta da Pedra Taboleira (Viseu, 1999), projectada para seu pai num terreno rodeado de vinhas, enfrentando o difícil desafio de reconfigurar e valorizar um edifício pré-existente inacabado e mal construído.

Na opinião do próprio Manzano, "José Baganha é um arquitecto e mágico alquimista, capaz de fazer uma síntese perfeita entre a tradição popular mais arraigada e a mais límpida modernidade, com um resultado que se integra tanto na paisagem urbana como na eterna, doce, e acidentada topografia do campo português."

> Artigo oficial no portal do Prémio Rafael Manzano sobre a vida e obra de Baganha: https://www.premiorafaelmanzano.com/pt-pt/2017-jose-baganha/

> Vídeo realizado pelos organizadores do prémio exibindo o próprio Baganha a falar sobre seu trabalho e importância de se dar continuidade à arquitectura tradicional nos nossos dias: https://www.youtube.com/watch?v=JC8_CNO15eo

Foto de Nova Portugalidade.
Casa da Quinta da Pedra Taboleira (Viseu, 1999)
Foto de Nova Portugalidade.
Casa da Quinta da Pedra Taboleira (Viseu, 1999)
Foto de Nova Portugalidade.
Casa nas Sesmarias (Salvaterra de Magos, 1992)
Foto de Nova Portugalidade.
Casa nas Sesmarias (Salvaterra de Magos, 1992)
Foto de Nova Portugalidade.
Casa do Médico de S. Rafael (Sines, 2005/06)

Sem comentários:

Enviar um comentário