TV MONARQUIA PORTUGUESA

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

quarta-feira, 30 de novembro de 2022

BANDEIRA DA RESTAURAÇÃO


 A Bandeira da Restauração, também conhecida como “Bandeira de D. João IV”, vigorou de 1640 a 1683. Foi instituída logo após o fim do domínio espanhol (com início em 1580), a 1 de Dezembro de 1640, dia em que foi Restaurada a Independência.

O objectivo foi caracterizar o ressurgimento do Reino de Portugal, independente, sob os auspícios da Casa de Bragança.

A orla azul alia, à ideia de Pátria, o culto de Nossa Senhora da Conceição, que passou a ser a Padroeira de Portugal, no ano de 1646.

| Plataforma de Cidadania Monárquica

Hino da Restauração

Lusitanos, é chegado
O dia da redempção
Caem do pulso as algemas
Ressurge livre a Nnação

O Deus de Affonso, em Ourique
Dos livres nos deu a lei:
Nossos braços a sustentem
Pela Pátria, pelo Rei

Às armas, às armas
O ferro empunhar;
A pátria nos chama
Convida a lidar.

Excelsa Casa, Bragança
Remiu captiva Nação;
Pois nos trouxe a liberdade
Devemos-lhe o coração.

Bragança diz hoje ao povo:
“Sempre, sempre te amarei”
O povo diz a Bragança
“Sempre fiel te serei”

Às armas, às armas
O ferro empunhar;
A pátria nos chama
Convida a lidar.

Esta c’roa portugueza
Que por Deus te foi doada
Foi por mão de valerosos
De mil jóias engastada.

Este sceptro que hoje empunhas,
É do mundo respeitado,
Porque em ambos hemisférios
Tem mil povos dominado!

Às armas, às armas
O ferro empunhar;
A pátria nos chama
Convida a lidar.

Nunca pode ser subjeita
Esta nação valerosa,
Que do Tejo até ao Ganges
Tem a história tão famosa.

Ama-a pois, qual o merece;
Ama-a, sim, nosso bom Rei
Dos inimigos a defende,
Escuda-a na paz, e lei.

Às armas, às armas
O ferro empunhar;
A Pátria nos chama
Convida a lidar.

Ai! Se houver quem já se atreva
Contra os lusos a tentar,
O valor de um povo heróico
Hade os ímpios debellar.

Viva a Pátria, a liberdade,
Viva o regime da lei,
A família real viva,
Viva, viva o nosso Rei.

Às armas, às armas
O ferro empunhar;
A Pátria nos chama
Convida a lidar. 

Sem comentários:

Enviar um comentário