COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

COMUNICADO DA CASA REAL PORTUGUESA

LEI DO PROTOCOLO DO ESTADO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

"PREFIRO TER CERTOS PODERES NAS MÃOS DE UM REI DO QUE NAS DE UM POLÍTICO ... ACHO QUE AS FAMÍLIAS REAIS TÊM MAIS VALORES ÉTICOS"



Não obstante a enorme pressão a que tem estado sujeita, quer a nível político quer a nível da percepção do seu papel histórico ("a rainha que permitiu a desintegração do seu reino"), Isabel II tem mantido uma isenção exemplar na questão da independência da Escócia, não deixando de alertar os escoceses para a grande responsabilidade que assumem hoje nas urnas. 

Haja independência ou não, Isabel II continuará a ser Rainha da Escócia. Nas palavras de Andrew Cairns, 34 anos, supervisor da estação central de autocarros de Edimburgo: 

"Prefiro ter certos poderes nas mãos de um rei do que nas de um político... Acho que as famílias reais têm mais valores éticos".

Sem comentários:

Enviar um comentário