A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

domingo, 10 de abril de 2022

DECLARAÇÃO DA CHEFE DA CASA IMPERIAL DA RÚSSIA

 

Eventos que ocorrem na nossa Pátria causam-me ansiedade extrema e tristeza profunda.
Reconhecendo plenamente a independência e soberania de todos os estados que foram formados após a queda da URSS, estou ao mesmo tempo convencido de que todos os povos que historicamente pertenciam ao antigo Império de Toda a Rússia estão unidos pelo conceito de uma Pátria nas alturas sentido espiritual e cultural da palavra.
É assustador e doloroso ver como, nos últimos 8 anos, irmãos e irmãs, cujos pais, avós e bisavós juntos defenderam a sua pátria comum, foram colocados uns contra os outros e derramaram o seu sangue; quão pacífico cidadãos estão morrendo e sofrendo; como os pais derramam lágrimas inconsoláveis sobre o caixões de seus filhos. Agora o curso destes eventos culminou num cataclismo ainda maior.
A Casa Imperial Russa não faz declarações de natureza política e, em qualquer caso, na condição actual, não temos informações completas que nos permitam fazê-las sem correr o risco de danos involuntários. Mas estamos absolutamente convencidos e iremos sempre afirmar que a Rússia e a Ucrânia - todas as suas populações - nunca devem ser inimigas. Isto é uma coisa tão monstruosa e antinatural como membros da mesma família a matarem-se uns aos outros.
Eu, o meu filho e herdeiro, o Grão-Duque Jorge da Rússia, e a sua esposa, a princesa Victoria Romanovna, rezamos pela implementação imediata da paz.
Estamos profundamente gratos àqueles que agora estão a fazer esforços para evitar a guerra e prestar assistência ao sofrimento: os feridos, aqueles que perderam as suas casas e pertences, e refugiados.
Que Deus Todo-Poderoso salve os nossos povos e que Ele nos livre da inimizade fratricida.
H.I.H. A Grã-Duquesa Maria da Rússia
Madrid, 24 de fevereiro de 2022.

Sem comentários:

Enviar um comentário