25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

domingo, 17 de setembro de 2017

MORREU UM GRANDE MONÁRQUICO: JOÃO MATTOS E SILVA, 1º PRESIDENTE DA CAUSA

Resultado de imagem para JOÃO MATTOS E SILVA

Resultado de imagem para JOÃO MATTOS E SILVA

Foto de Juventude Monárquica Portuguesa.

Morre Um dos nossos primeiros

Hoje (16/09), consternadamente, soubemos da morte do João Mattos e Silva. Foi, entre tantas coisas boas, um dos nossos Primeiros!
Não apenas o primeiro Presidente Eleito da Causa Real;
Não somente um dos Primeiros na militância, na dedicação e na lealdade inquestionável à Casa Real Portuguesa.
Mas, principalmente, um dos Primeiros da Sua geração no pensamento, na reflexão e na acção politica!
A Ele devemos muito do vigor que o Movimento ainda tem. Nunca contemporizou com mediocridade, com a tibieza, com o politicamente correcto…. Sempre foi frontal nas Suas opiniões, integro nas Suas convicções e intransigente nos Seus valores.
Isabel, a Católica disse a propósito da morte do Rei Dom João II, uma frase que a História imortalizou – “ Morreu o Homem!”. Nós, em representação da Causa Real e do Movimento Monárquico dizemos que, pelo menos, morreu um dos Homens Bons de Portugal. E o Primeiro a servir a Pátria e o Rei, na Presidência do Movimento que hoje representamos.
Ao Amigo e correligionário fica o nosso eterno agradecimento e a nossa imensa saudade que, neste momento tão difícil, queremos partilhar com a Família do João e com a toda a “Família” Monárquica que sempre abraçou, apoiou e estimulou.
O João cuja Fé nos permite pensar que hoje goza com Deus as bênçãos da Vida Eterna, será sempre um exemplo eterno de Vida e de Esperança para as Novas Gerações.
Nós não nos cansaremos de O lembrar! Obrigado, João!
A Direcção da Causa Real


Foto de Juventude Monárquica Portuguesa.
No ano passado na Academia de Verão da JMP, em Vila Franca de Xira, o Dr. João Mattos e Silva marcou a sua presença como orador para falar sobre a História da Juventude Monárquica no Passado, Presente e Futuro. 
Obrigado João.
Hoje (16/09) é um dia muito triste para a Causa Real e para a Juventude Monárquica Portuguesa. 
O nosso querido João Mattos e Silva partiu para o descanso eterno. 
A JMP presta a sua Homenagem e apresenta os seus mais sentidos pêsames à Família.




Foto de Real Associação de Lisboa.

Foto de Real Associação de Lisboa.

É com o mais profundo pesar que comunicamos o falecimento do nosso associado JOÃO MATTOS E SILVA, exemplo de dedicação ao Ideal Monárquico, sendo de destacar o frutuoso trabalho como presidente da Juventude da CAUSA MONÁRQUICA, mais tarde como primeiro presidente eleito da CAUSA REAL, e em tempo mais recente presidente da REAL ASSOCIAÇÃO DE LISBOA. 

Dirigiu a Real de Lisboa no momento mais crítico da vida da instituição, e conseguiu reunir e liderar um grupo de associados que reergueram e renovaram a associação, num esforço continuado pelos elencos directivos que se seguiram.


Nunca o João Mattos e Silva, mesmo quando passou formalmente o testemunho, deixou de prestar o seu apoio, dar a sua opinião, partilhar a sua imensa experiência, num labor associativo difícil de igualar.

Apresentamos à família enlutada as nossas sentidas condolências, informando os associados e simpatizantes que as exéquias terão lugar na Igreja de São João de Deus, à Praça de Londres, Lisboa :

- Velório, Domingo, a partir das 17h;
- Missa de Corpo Presente na Segunda-feira, às 10h30, seguindo depois o cortejo fúnebre para o cemitério do Alto de São João.


A DIRECÇÃO



A REAL ASSOCIAÇÃO DA BEIRA LITORAL, CONSTERNADA COM A TRISTE NOTÍCIA DO FALECIMENTO DO GRANDE AMIGO JOÃO MATTOS E SILVA, ASSOCIA-SE AO PROFUNDO LUTO DE TODO O MOVIMENTO MONÁRQUICO E MANIFESTA OS MAIS SENTIDOS PÊSAMES À FAMÍLIA ENLUTADA.

DEUS LHE DÊ O ETERNO DESCANSO ENTRE OS ESPLENDORES DA LUZ PERPÉTUA! 

QUE DESCANSE EM PAZ!

1 comentário:

  1. Sim, "Morreu o Homem" mas fica sua obra e dela temos de cuidar para que avance rumo a nossos intentos.

    ResponderEliminar