25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

25º ANIVERSÁRIO DA REAL ASSOCIAÇÃO DE VISEU

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

domingo, 31 de dezembro de 2017

O CANADÁ TAMBÉM FAZ PARTE DA PORTUGALIDADE

Foto de Nova Portugalidade.

No Canadá, os portugueses não são imigrantes (ou de como o Canadá também é um país português)

As nações escolhem geralmente, com maior ou menor acerto e maior ou menor simbolismo,as datas da sua fundação. Portugal tem algumas, confundindo-se os portugueses sobre se devem considerar 868, ano da criação do Condado que depois originaria o Reino, 1139, 1143 ou 1179 como as do nascimento do seu país. Para o Canadá, o problema resolve-se, provavelmente, com maior facilidade. Ou 1473, quando, tudo o indica, o Canadá foi avistado pelos olhos do português João Vaz Corte-Real, ou os inícios do século XVI, quando nasceu a primeira localidade canadiana. Essa aldeia foi fundada por Gaspar Corte-Real, filho de João Vaz, em terra que aquele navegador se apressou em reclamar como pertença do seu Rei, Dom Manuel de Portugal. Chama-se Portugal Cove - St Philip's.

O interesse de Portugal pelo que viria a ser o Canadá foi grande e de muitas décadas. Quando lá chegaram, na década de 70 do século XV, os portugueses ficaram assombrados com a riqueza das águas circundantes. Eram fabulosamente generosas em pescado, particularmente em bacalhau. Os Corte-Real, principais patrocinadores daquelas viagens de pesca à América, chamaram à vizinha terra firme "Terra Nova do Bacalhau" - os ingleses, mais tarde, manteriam a primitiva denominação portuguesa com "Newfoundland". Em 1506, já Dom Manuel decretava o pagamento de novos impostos à crescente indústria pesqueira nacional - crescente, em larga medida, devido ao descobrimento e intensa exploração destes mares até ali virgens. Para facilitar o labor marítimo, os portugueses semearam pela costa rede complexa de entrepostos que, em se dilatando, se foram fazendo vilas. Esta de Portugal Cove - St Philip's é das poucas, se não mesmo a única, terra canadiana que sobrevive deste período remoto e insuficientemente explorado da construção do país. Mas o seu nome diz tudo: ali já foi Portugal.

RPB

Sem comentários:

Enviar um comentário