A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO

A CAUSA REAL NO DISTRITO DE AVEIRO
Autor: Nuno A. G. Bandeira

Tradutor

terça-feira, 21 de novembro de 2017

"... OS URUGUAIOS FALAM PORTUNHOL, MAS QUEREMOS QUE FALEM PORTUGUÊS"


"Nós dizemos que os uruguaios falam portunhol, mas queremos que falem português."

De visita a Portugal, a Ministra da Educação e da Cultura do Uruguai recorda, em entrevista ao Diário de Notícias, os solidíssimos laços que unem aquele país sul-americano à Portugalidade. A entrevista teria sido mais interesse se tivesse fugido - como, lamentavelmente, não fugiu - a assuntos internos da vida uruguaia que relevância nenhuma têm para o leitor português ou da Portugalidade; contudo, não deixa de ter a virtude de reiterar a solidez de uma relação antiga e que faz do Uruguai parte de pleno direito do mundo português. O país foi, afinal, parte de Portugal enquanto Província Cisplatina entre 1817 e 1822, mantendo-se brasileiro até 1828. Parcela dele (a Colónia do Sacramento) havia, ainda, sido constante motivo de distúrbio e hostilidade nas relações entre Portugal e a Espanha. Muito bom é, pois, que se recorde que o Uruguai é tanto parcela da Hispanidade como da Portugalidade, e que deve afirmar-se como ponte entre as duas.




Sem comentários:

Enviar um comentário